close

Do plástico ao papel, gradualmente e de forma criativa

A transição do plástico para materiais mais sustentáveis, como o papel, está em curso: um fenómeno que implica uma profunda transformação tanto no design como nos hábitos do dia a dia. Atualmente, os consumidores no mundo do luxo estão cada vez mais conscientes dos impactos das alterações climáticas e atentos à sustentabilidade. Para as marcas, isto significa investir em inovação e novas tecnologias e, acima de tudo, repensar o design de embalagem.

A boa notícia para as marcas de luxo é que todos os dias há novas soluções disponíveis no mundo do papel que conciliam qualidade premium com características sustentáveis, para garantir sempre experiências sensoriais únicas. A criatividade abre novos caminhos.

Imagine todas as potencialidades de um papel resistente à água: desde ementas funcionais para restauração a sacos de compras para boutiques de luxo que se mantêm sempre impecáveis, mesmo num dia chuvoso. Em resorts, na hotelaria e restauração, no comércio, sempre que a humidade e o desgaste devido ao uso possam ser um problema, as comunicações em espaços exteriores podem ser feitas usando papel.

Uma das indústrias que já há muito tempo compreendeu a necessidade do consumidor de eliminar ou substituir o plástico de uso único é a da beleza. Com o crescimento de linhas de maquilhagem naturais, veganas e mais sustentáveis, estão a entrar no mercado as primeiras paletas de maquilhagem feitas de papel e cartão, inspiradas na economia circular. Da reutilização à reciclagem, tudo em prol de um menor impacte ambiental, como o projeto Neverending Palette Fedrigoni. Cosméticos e maquilhagem com embalagens atraentes, no aspeto e no toque, que demonstram como a embalagem deve honrar o seu conteúdo. A embalagem é praticamente o próprio produto.

Novos desafios surgem no mundo do design: como podemos renunciar à transparência do plástico que revela o produto e a sua cor exata, especialmente nos setores da beleza e da alimentação? Relançando a ideação e a criatividade. A transparência é substituída por cor, desenho e grafismo. Assim, as ilustrações numa caixa ou num saco de papel conseguem captar a nossa atenção ou fazer-nos sonhar ainda mais do que quando vemos realmente o produto. Papel é sinónimo de imaginação e, como substituto do plástico, tem um menor impacto no planeta.

 

Novas ideias surgem de novas necessidades. É o caso das embalagens monodose, que são particularmente atuais para cumprimento dos requisitos de higiene, mas não só: são também utilizadas para produtos em gel e creme, como molhos e temperos, ou para produtos líquidos e semilíquidos que necessitamos de ter sempre à mão. Paper Snap, o resultado de uma parceria entre a Fedrigoni e a Easysnap, é produzido com papel reciclável. Só precisa de dois dedos para abrir a embalagem, o que a torna altamente acessível para qualquer pessoa, desde crianças a pessoas idosas ou pessoas com incapacidades.

Na Fedrigoni Paper desenvolvemos soluções e produtos que permitem substituir o plástico numa abordagem cada vez mais circular. Repensamos, inovamos, testamos e progredimos.

prev next