close

PULP 20: a impressão digital alcança a maturidade

Há sempre algum motivo para comemorar e, desta vez, a dobrar. Já temos connosco o novo número da PULP, a revista da Fedrigoni dedicada às pessoas e ao papel que nos traz um sopro de inspiração com a criatividade em papel.

Este é, além disso, o número 20 da publicação. Há 7 anos e 20 números a reunir artigos, entrevistas e imagens que nos mostram as infinitas fórmulas de criar, com os papéis Fedrigoni como pano de fundo.

Este último número gira em torno do florescente mundo da produção digital impressa e inclui quatro páginas impressas com tecnologia de jato de tinta.

A Pulp 20 analisa o panorama atual da impressão digital na reportagem “El futuro empieza ahora” [O futuro começa agora], assinada por John L. Walters, e em“Cómo funciona” oferece um estudo pormenorizado de três impressoras distintas, -100000 (electro-tinta), Fujifilm Jet Press 720s (jato de tinta) e Ricoh C7200 series (toner seco), juntamente com imagens fabulosas das máquinas do aclamado fotógrafo Philip Sayer.

O número inclui ainda um grande número de exemplos práticos, entre eles o calendário/agenda 365 de dados variáveis do DM Studio, que mostra como os designers, as marcas e os impressores estão a usar os mais recentes avanços para conseguir resultados inovadores e lindíssimos sobre papel.

Em “Agitación” [Agitação], Andrew Robertson segue o rasto dos retratos do século XVIII, da arte urbana e da tecnologia HP Indigo que inspiraram os rótulos de uma nova marca de gin líder de vendas.

“Un libro con estilo”  [Um livro com estilo], de Alex J. Todd, centra-se no Studio Small, um estúdio londrino que considera as tintas digitais perfeitas para as publicações com um grande número de fotografias.

“Desde una óptica joven”  [De uma perspetiva jovem] fala do Mon Journal du Monde, uma publicação que analisa o mundo através de fotografias de jovens estudantes parisienses.

Em “Artesanos al descubierto”  [Artesãos a descoberto] é analisada a publicação colaborativa Bottega, que transfere a materialidade dos estofos artesanais para a página impressa digitalmente.

O número encerra com “Del plástico al papel, del fósil a la fibra” [Do plástico ao papel, do fóssil à fibra], um artigo onde se destaca que, para se conseguir alcançar uma economia sustentável e circular, é necessária uma ação imediata e uma análise a longo prazo dos materiais que utilizamos.

O design da Pulp20 foi criado pelo diretor artístico Simon Esterson e a editora de arte Holly Catford. A impressão foi efetuada pela Verona libri, em Itália, utilizando papéis cuidadosamente selecionados entre a extensa gama da Fedrigoni: Arena Smooth Extra White, Stucco Old Mill Premium White, Splendorgel Extra White e Materica Verdigris, com capa em Symbol Pearl Ice. Esta edição é enviada numa caixa feita de Tintoretto Ceylon Ginepro.

Veja aqui a antevisão em exclusivo dos conteúdos deste número 20 da PULP.

A publicação é editada em cinco idiomas: italiano, inglês, francês, espanhol e alemão.

Encorajamos artistas, ilustradores e designers de todo o mundo a enviarem para a Pulp projetos realizados com papéis Fedrigoni. Poderá contactar com a equipa através do e-mail pulp@eyemagazine.com.

Os profissionais do design e da produção que desejem receber um exemplar gratuito da Pulp, podem solicitá-lo através do e-mail infoespana@fedrigoni.es

prev next